O que é SIPAT e para que Serve

Quando vão trabalhar as pessoas precisam ficar horas dentro de um ambiente de trabalho realizando suas atividades. Com o passar do tempo, se não tiver os cuidados necessários, o profissional poderá contrair alguma doença ocupacional, sofrer acidentes de trabalho, ficar muito cansado, com depressão, estresse e muito mais, por isso, é fundamental a SIPAT em todas as empresas.

O que é SIPAT e para que serve

SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho) é voltada para a prevenção de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais. A SIPAT é obrigatória para todas as Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPA), por isso, deve ser realizada nas empresas uma vez por ano.

A legislação da SIPAT está prevista na Portaria n° 3.214, NR-5, item 5.16, que diz que a CIPA tem a obrigação de promover uma vez ao ano em conjunto com o SESMT onde estiver a SIPAT. É fundamental que a CIPA se organize com antecedência para falar dos assuntos da SIPAT, porque neste evento é possível detectar várias necessidades da empresa que possam ser resolvidas durante e após a SIPAT.

Objetivos da SIPAT

A SIPAT não deve ser tratada como mais uma semana de atividades ou uma semana de festas internas. A definição de SIPAT é bem clara: É uma semana que tem como objetivo orientar e fazer os trabalhadores refletirem sobre a segurança no trabalho e qualidade de vida do profissional.

A SIPAT deve ser realizada uma vez ao ano nas empresas de todos os portes e deve ser na semana inteira. Lembrando que ela é obrigatória. Durante a semana da SIPAT as empresas não são obrigadas a oferecer aos seus funcionários apenas palestras, pois, as companhias podem disponibilizar outras campanhas, o importante é que conscientizem e diminuam o índice de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais.

Programação de uma SIPAT

Uma SIPAT pode oferecer para os trabalhadores de uma empresa diversas atrações com o intuito de conscientizar sobre os cuidados que devem ser tomados dentro do estabelecimento de trabalho. Uma programação da SIPAT pode conter peça de teatro, gincanas, palestras, dinâmicas, leitura de livros, apresentação dos colaboradores e muito mais. Qualquer funcionário pode pedir para se apresentar e falar um pouco sobre a sua experiência no ambiente de trabalho.

Assuntos abordados em uma SIPAT

Na realidade, não existe nenhum tema obrigatório que deva ser falado em uma SIPAT, mas, os especialistas indicam falar sobre as doenças sexualmente transmissíveis, o uso correto dos equipamentos de segurança individuais (EPIs), trânsito, prevenção de acidentes, conscientização ambiental, vícios (tabagismo, alcoolismo e drogas), ergonomia, estresse e acidentes domésticos.

Segundo a empresa Conceito Zen que é especializada em atividades para a semana da SIPAT, após passar por uma Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (SIPAT), os profissionais se tornam pessoas mais conscientes e entendem melhor que o conforto no trabalho e segurança não depende apenas do chefe, pois, cada um tem a obrigação de cuidar para não ter acidentes, procurar trabalhar na melhor posição e muito mais.

Embora a SIPAT seja obrigatória, muitas empresas ainda não a adicionaram em sua programação, mas isso deve mudar o quanto antes, porque, dessa ação depende a saúde, bem estar e qualidade de vida dos profissionais. Sem falar que depois de uma SIPAT os trabalhadores ficam mais produtivos o que é muito bom para a companhia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *